Dois homens caem de viaduto em confronto com a polícia e situação sai do controle na Pampulha

PM pede para jovens voltarem para casa e usa helicóptero para jogar bombas e o “Caveirão”

Enzo Menezes
Do R7 MG

Edcley Araújo/Hoje em Dia

http://img.r7.com/images/2013/06/22/18_06_55_967_file?dimensions=460x305
Adolescente de 16 anos foi atendido com suspeita de traumatismo craniano

Pela segunda vez na semana, dois jovens cairam de um viaduto na avenida Antônio Carlos e se feriram gravemente durante confrontos com a Polícia Militar. O primeiro acidente ocorreu por volta das 17h da tarde deste sábado (22), quando manifestantes teriam sido cercados pela tropa na saída do viaduto José Alencar. A segunda vítima se feriu meia hora depois.
Na segunda-feira (17), outro jovem caiu da estrutura de cinco metros ao correr de bombas lançadas pelos militares.
Caio Thiago Tomé Lopes, 17 anos, foi atendido pelo Corpo de Bombeiros e levado para o pronto-socorro do Hospital João 23 com traumatismo craniano e fratura nos braços e pernas. A outra vítima ainda não teve o nome divulgado.

Situação fora de controle

O coronel Marcio Sant´ana, comandante da Polícia Militar de Minas Gerais, em entrevista à Rádio Itatiaia, pediu para que os manifestantes voltem para casa para facilitara repressão a atos de agressão e vandalismo. À Band News, o major Gilmar Luciano fez um apelo para que os manifestantes voltem para a casa porque em breve a repressão a atos de vandalismo será mais dura.
Relatos nas redes sociais indicam que o Gate (Grupo de Ações Táticas Especiais) se reúne na avenida Coronel José Dias Bicalho, com armamento pesado, esperando a ordem do comando para agir. O blindado da PM, conhecido como “Caveirão”, foi posicionado na Antonio Carlos.
Manifestantes também relatam a presença de jovens armados com facas e cacos de vidro no meio da multidão. Placas foram arrancadas e incendiadas na Antonio Carlos. Carros da UFMG também foram apedrejados. Plantas foram arrancadas e despejadas na pista. Coqueteis molotov chegaram a ser atirados em direção a um posto de combustíveis, que não foi atingido.
Torcedores que tentam deixar o Mineirão, após a partida entre México e Japão, estão acuados no estádio, já que o confronto ocorre nas vias de acesso.

Tensão

A confusão começou na Abraão Caram, quando um grupo começou a atirar pedras e foguetes na Tropa de Choque. Os militares revidaram com tiros de borracha, bombas, gás lacrimogêneo e spray de pimenta. O viaduto onde o jovem se acidentou serve de barreira para policiais e manifestantes.
A situação saiu de controle e quem protestava pacificamente acabou enredado na confusão. Helicópteros da PM ajudam a soltar bombas para dispersar a população nas vias de acesso ao Mineirão. Segundo a própria polícia, cerca de 100 mil pessoas se reúnem na Pampulha. Com o fim da tarde, a multidão se dispersou.
Enquanto isso, um grupo aproveitou para apedrejar uma concessionária de veículos. Pelo menos quinze pessoas foram feridas, entre jornalistas, manifestantes e militares. Ainda não há registro de presos.

Anúncios

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Cidades e Cotidiano e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s