Coluna televisiva: Novos slogans de protestos desatualizam Saramandaia

Em 2013, sob a escrita de Ricardo Linhares, a novela volta mais política

Daniel Castro
Do R7

Estevam Avellar/TV Globo/Divulgação

https://i2.wp.com/noticias.r7.com/blogs/daniel-castro/files/2013/06/noname15.jpg
José Mayer e Gabriel Braga Nunes em cena de Saramandaia

Quando foi ao ar, em 1976, a primeira versão de Saramandaia, de Dias Gomes, tinha no realismo mágico e no microcosmo da cidade dividida entre duas poderosas famílias uma criativa crítica à ditadura.
Em 2013, sob a escrita de Ricardo Linhares, a novela volta mais política. Não há mais porquê metaforizar. A expressão é livre.
Então, a nova Saramandaia é quase tão rica em referências políticas quanto em efeitos especiais.
Estão lá as tentativas de controlar a mídia, quando Zico Rosado (José Mayer) diz que não dá para colocar mordaça na internet.
As citações vêm do início dos anos 1990, com as expressões “imexível” e “cara-pintada”, do governo Collor e do movimento que o tirou do poder. Vêm também dos anos Lula, com os “aloprados” e a prática de algo que lembra o mensalão, a compra de políticos.
Uma passeata com caras-pintadas logo no primeiro capítulo parecia ser um gol da nova Saramandaia em plena efervescência popular.
As referências à política das últimas duas décadas, no entanto, deixaram a novela defasada diante dos acontecimentos das últimas semanas.
Não que isso comprometa a produção. Pelo contrário, pode valorizá-la ainda mais.
Porém há algo mais novo vindo das ruas do que a novela, escrita antes dos reajustes das tarifas de ônibus, capta.
As cartolinas agora pedem educação, saúde e transporte de qualidade. Protestam contra a corrupção, a violência policial e os gastos bilionários em estádios para a Copa do Mundo. Rechaçam os partidos, os sindicatos e os políticos. E não têm líderes.
Em coro, os jovens gritam “Olha que vergonha, a tarifa está mais cara do que a maconha”.
A esquizofrenia pós-moderna da Revolta do Vinagre é mais “louca” do que o realismo mágico dos anos 1970 revisitado pela tecnologia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s